29/05: GHG Protocol para Agropecuária

29/05: GHG Protocol para Agropecuária

O Brasil será o primeiro país do mundo no qual empresas agropecuárias e produtores rurais poderão calcular suas emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) e criar metas de redução de forma confiável.

Nessa quinta-feira, 29 de maio, o World Resources Institute, WRI Brasil, lança em São Paulo o primeiro guia para cálculo de emissões na agropecuária e uma ferramenta de cálculo desenvolvida nos dois últimos anos em parceria com Embrapa e Unicamp.

O GHG Protocol do WRI já é a metodologia mais utilizada em diversos países para mensurar, monitorar e produzir relatórios de emissões de GEE na indústria. A nova ferramenta de cálculo já vem sendo testada e utilizada por grandes do setor, como Bunge, JBS e AMaggi.

Globalmente, 17% das emissões são causadas por emissões do setor agropecuário. No Brasil, que é o quinto maior emissor de GEEs do mundo, o setor responde por 32% do total de emissões.

Seminário: Lançamento das Diretrizes e da Ferramenta de Cálculo – Projeto GHG Protocol Agropecuário no Brasil

09:00h – Abertura – Rachel Biderman, diretora do WRI Brasil

Stephen Russel – Pesquisador Sênior – WRI

Projeto GHG Protocol da Agropecuária – Visão geral sobre as ferramentas de cálculo e relato de GEE

09:30h – Apresentação das Diretrizes da Agropecuária Brasileira e da Ferramenta e cálculo de emissões corporativas de GEE

Roberto Strumpf – Pangea Capital e Eduardo Assad – EMBRAPA

10:30h – Mesa redonda Agricultura de Baixo Carbono no Brasil – Angelo Gurgel,

Professor, FGV-EESP– GVAgro; Rodrigo Spuri, Bunge, outros representantes do

Local: Hotel Mercure – Rua Santa Justina, 210 Vila Olímpia, São Paulo-SP

Inscrições e informações:  http://www.wri.org/our-work/topics/brazil